terça-feira, 26 de agosto de 2014

Mostra a cara em repente: Galdino sobre Dilma presidente

repente: Galdino sobre Dilma presidente

https://www.youtube.com/watch?v=fxT6opZqgdc
https://www.youtube.com/watch?v=fxT6opZqgdc


Durante os primeiros quinze anos da vida do cordelista e técnico de alimentos, Carlos Galdino, lhe faltou o básico. Nascido no sertão pernambucano, Galdino amargou os problemas de conviver com a falta de energia elétrica em sua vida. Hoje, ele canta em seus versos as conquistas que os Governos Lula e Dilma trouxeram para seu país. "Quem é inteligente não vai dar passo pra trás. Vota sempre consciente para o Brasil mudar mais. Vota Dilma presidente e deixa que o resto ela faz", versou o cordelista.
Entre as lembranças do começo de sua vida, Galdino destacou a antiga consciência do homem sertanejo sobre "nunca ter nada" e sobre dedicar-se ao trabalho pesado, sempre com esperança no amanhã. Mas o futuro já chegou e o que era sonho, hoje é uma realidade. Ele relatou a memória de ver chegar a luz elétrica em sua terra, através do Programa Luz Para Todos(link is external), do Governo Federal. "Não tinha energia elétrica que é um valor para você estudar à noite, passear à noite em lugares que você não conseguiria por falta da energia elétrica", diz Galdino, que lembrou que antes dessas mudanças, até mesmo visitar parentes era uma missão difícil.
E nunca se investiu tanto em energia no nosso país. A presidenta Dilma Rousseff já afirmou que diversificou a matriz energética do Brasil e que o seu governo investiu em energia elétrica o equivalente ao que era investido em 8 anos de governo FHC. Só em Pernambuco, terra de seu Galdino, o Governo destinou R$ 2 bilhões para o setor. Lá, ele lembra que a chegada da energia não apenas melhorou os aspectos mais básicos, como a possibilidade de ir e vir, mas também empoderou economicamente o povo sertanejo que passou até a empreender em seu próprio micronegócio.

Nenhum comentário: