quarta-feira, 1 de junho de 2011

Grave!


Grave

É a greve



Grave mesmo!

É a falta de espelhar

Meu olhar no teu!



Grave

É a greve

De tua presença



Grave

É a greve

De teu abraço



Grave

É a greve

De teu sorriso



Grave

É a greve

de teu cheiro



por qualquer que seja o motivo...

Nenhum comentário: