domingo, 4 de julho de 2010

Profundo


Andar no raso
e sentir as ondas
lambendo as pernas
é muito light.

É melhor saber tesouros,
rabos-de-arraias,
desfiladeiros,
e fendas abismais.

Vou além do medo
dos tubarões,
nado até o perigo
de não voltar mais.

- se for devorada
ao menos não vou
com sensação
de beira d’água -

Um comentário:

Nadine Granad disse...

Arriscar-se... sensação tão lindamente trabalhada!!!


Gostei!

=)