sábado, 19 de junho de 2010

Fog


...E se eu perdesse o corpo

e me fizesse névoa,

ficaria um tempo entre os leões,
(os bichos)
e os guerrilheiros patriotas,

libertaria os pobres labirintos,
todas as armas biológicas
e as coleções genéticas...

- quem sabe eu só temesse o vento
sabotando o livre arbítrio? -

Faria tudo que hoje não posso:
nuvem que se dá ao luxo de ser anti-ética.

Nenhum comentário: