segunda-feira, 24 de maio de 2010

Pra não dizer que não falei das dores

Ainda não chegou o tempo
da colheita de estrelas
e te vejo apressado em luzir

Distraio-me no balé esverdeado
de vaga-lumes brilhando pequenos
e em bando

Você semeia engano,
eu escolho sorrir

O egoísmo é coisa natural

Mas quando voltar a me furtar
estenda flores em meu varal

Um comentário:

Nadine Granad disse...

Título que resgata a revolução musical... caiu muito bem!...

Belo! Encantada, em especial:
"Ainda não chegou o tempo
da colheita de estrelas
e te vejo apressado em luzir"


Abraços carinhosos =)