quinta-feira, 11 de março de 2010

Sábado, 13 de março de 2010 é dia de Sarau da Camarilha. Edição especial.


Edição especial porque é aniversário da Camarilha dos 3. Sim, completamos um ano de fundação. Foram doze meses em que a inquietude de nossas almas bailaram nas vozes soltas ao vento. Contávamos os dias para renovar nossas emoções ao transmitir as palavras, marcando os passos da alma na festa de cada encontro. Por vezes acertando, como no primeiro Sarau da Camarilha, onde "meio" sem querer reunimos grandes nomes da poesia paulistana. Por outras errando como no segunda sarau (realizado num espaço (bar) onde nada tinha a ver com a poesia, conosco e com os convidados). Escrevíamos, sim... Muito. Queríamos mostrar nossos textos, mostrar toda a poesia que vivíamos fora de nossos escritos... Naquela noite, na mesa de um bar, três escritores embriagados resolveram sonhar coletivamente. Sabíamos pouco sobre saraus. Resolvemos pesquisar, visitar, conhecer... E assim atravessemos a cidade em busca desses encontros literários. Percebemos que cada um deles tinha uma cara, uma identidade própria. Vimos a diversidade cultural que existem entre as pessoas, entre as regiões de uma mesma cidade como São Paulo; As linguagens, as expressões, as manifestações e as diferentes formas como os coletivos se organizam conforme a sua concepção de local, de necessidade, de quê, pelo quê e porquê gritar. Em cada sarau, diferentes ângulos de visão ou de abordagem, heterogeneidade e variedade. Mas aprendemos que, muitas vezes, toda essa diversidade dialóga na comunhão de contrários, na intersecção de diferenças, na tolerância mútua em prol de um só objetivo; Viver a poesia. Seja no Capão Redondo, no centro ou na Vila Madalena. Agora o Sarau da Camarilha completa um ano de existência... Mas nós é que parabenizamos e agradecemos àqueles que nos ajudaram e ajudam (mesmo sem saber) a criar nossa identidade carregada, propositalmente, de bons resíduos; Sarau do Povo, Sarau Poesia na Brasa, Sarau Elo-da-Corrente, Politiama Sarau Diverso, Sarau Sopa de Letrinhas, Sarau do Binho, Poesia Maloqueirista, ZAP – Zona autônoma da Palavra, O candieiro Incendiário, Rui Mascarenhas, Vlado Lima, José Luiz de Freitas, Luizinho, Carlos Galdino, Ana C. Martins, Paula Martins, Andrade Jorge, Robson Pardial (Binho), Quarteto em R, Tuca Mello, Quatrilho, Sacolinha, D. Cândida, Cris Nolli, entre outros...




Um comentário:

ANDRADE JORGE disse...

Quero externar minhas felicitações ao Marcelo Nocelli pelo Sarau Camarilha, do qual participo, e por este espaço maravilhoso. Grande abraço a todos.