terça-feira, 24 de agosto de 2010

Queria versos...

tela de Salavador Dali
Poderia ter um verso novo,
porém não o tenho.
Ainda que tantos livros leia hoje,
 os versos não me vem.
Mesmo que a mente  tenha palavras e palavras
nenhuma me é sentida como verso.
Porque versos não são simples desabafos,
nem elaboradas rimas.
Versos são momentos que cristalizados
 brotam da alma do poeta.
Esse que em estado de graça ou de desgraça
apenas como  que semeando  
  os espalha ...
Seja  com seres que o lerão.
Ou simplesmente como o vento que
somente passa...
ou ainda como a natureza que calada 
contempla.
Como a Lua que simplesmente
 lá do de seu trono 
vê o Poeta que encantado 
versa seus versos
fazendo o mundo sorrir.
Hoje queria ter  versos assim;
mas não os tenho 
por isso não desdenho.
Somente os espero  virem
 a mim.

Catiaho Reflexo d'Alma  entre sonhos e  delírios

Nenhum comentário: