domingo, 15 de agosto de 2010

Potencial


Se ele descende dos primeiros hominídeos,
ou se veio em rabiola de algum meteorito
para destruir de vez a Terra, pouco me importa:

não tem nada feito de ferro ou granito
em um coração partido desse modo fácil,
que apaga estrelas quando por mim passa
e deixa-me suspensa, assim, em polvorosa.

Ele tem o sangue grosso,
o rosto
de um guerreiro mirmidão
e um jeitão de Noel Rosa.

Pedra bruta, com vontade de safira
pra enfeitar meu colo,
fazer-me preciosa.

2 comentários:

Paulo Laurindo disse...

Um Hércules com jeitão de poeta! É tudo que uma garota sonhou para amigo... e os nerds também.

Flá Perez (BláBlá) disse...

hahahahahahahahahahahha
Paulo, adorei!
bjbjbj